Trends

Feito a mão

Coisas simples da vida, ou simplicidades da vida. O homem tem nas mãos o poder de transformar, de mudar algo que está ali instalado e dar forma ao novo. Somos os únicos seres que possuem 2 mãos e que usam-nas para trabalhar, para o fazer. São mãos que transformam. Costumes que eram da época das nossas avós voltam para resgatar algo muito importante para nossos tempos: a simplicidade da vida.

Entre tanta tecnologia e fast fashion em escala, a moda, e seus outros campos, resgatam o feito a mão para tentar reviver sua essência, seu valor. Buscar nas raízes suas razões e fundamentos. Vem reforçar essa busca por memórias afetivas, lembranças, infância. Claro que de uma forma muito mais moderna. Com expressão, voz. Não se faz mais só gorros e meias. O trio manual têm expressão, conteúdo, e ai que tá a grande sacada! Fazer do básico, das coisas simples da vida, sua bandeira.

E traz um ressignificado ao que antes era apenas um trabalho manual, um artesanato. Hoje são obras de arte, são trabalhos primorosos, elaborados. A estilista Paula Raia, que acabou de desfilar sua coleção de verão 2016 na SPFW, trouxe muito desse trabalho crochetado em suas peças e styling. Os convidados ganhavam uma maça de lanche que estava envolta a uma capinha de tricô. A artista americana Olek transforma todos seus sentimentos e sensações + visões externas do mundo em crochê. Com exposição no Brooklyn Museum, em NY, é visível a intensidade do trabalho e da energia que ele põe ali. Como ela mesma define, é um estudo cientifico da cultura.

Colocar isso no mundo é uma forma nova de mostrar capacidades e atuar em transformação. Abaixo algumas marcas e coletivos que trabalham com crochê, tricô e bordados. Divirtam-se.

www.novelaria.com.br

Tem grupos de bordados, tricôs e crochês além de uma loja linda! Que vende as agulhas mais macias para trabalhar. Tem madeira, bambu da Índia e as cubicas que são novidades. Tem lãs de merino com tingimento natural também. Dá vontade de entrar e ficar. Paraiso pra quem gosta.

www.coletivoagulha.com.br

Grupo que se reúne em pontos específicos da cidade para transformar, levar beleza, ao lugar. Vale uma ação no Minhocão como uma tarde tricotando e “encapando” postes e bancos do largo da Batata. Assim como uma ida coletiva ao hospital Perola Biyngton para tricotar com as pacientes. A ideia central aqui é interagir com a cidade e mobilizar as pessoas a participar de ações coletivas.

www.littleland.com.br

Loja só de crochê. A coisa mais linda! Todos têm nome próprio e também fazem os tapapés e os cobrecucas, que são gorros reinventados e divertidos. Todos com fios/ algodão orgânico.

http://clubedoutero.blogspot.com.br/

Adoro essas meninas, a maquiadora Vanessa Rozan e Flavia Lhacer, que se uniram para crochetar juntas e criaram um universo bem particular, cheio de ironia ao universo feminino. Elas foram as ruas, formaram grupos e ajudaram a resgatar e expandir o trabalho manual como algo bacana e moderno.

www.nike.com

Há três anos eles lançaram um modelo que foi tricotado. É o FlyKnit e para o lançamento eles fizeram inúmeras exposições de arte. No Brasil a gente teve Ernesto Neto. Vale a pena conferir.

http://theknitlist.com/

O site americano traz inspirações, artes e intervenções feitas com tricô e crochê. Eles usam a arte manual como intervenção de espaços e ocupação. Superinteressante e inspirador.

http://woolfabrique.com/

Marca francesa que só trabalho com algodão orgânico e tingimento natural para criar objetos de casa absurdamente lindos!!!!!

http://www.woolandthegang.com/

Essa marca prova de tricotar é super hiper fashion. A garota propaganda é a modelo Cara Delevingne. Moderna, a marca vende receitas e fios online e as peças sugeridas são super modernas. Nada com aquela cara de tricô basiquinho que a gente estava acostumada a ver.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply