diário

Just Married

Num dia de chuva e sol, de primavera, um casamento pra ir, relembrar, se emocionar e torcer.

Na igreja, o padre fala do amor “na alegria e na tristeza”, da paciência que se precisa ter, da nova vida/família que começa a surgir a partir dalí, e termina dizendo que na vida existem duas coisas pra se amar “você e a rosa”. “A rosa é por um dia e você é pela vida toda”. Termina e os noivos saem com uma música que um dia uma amiga minha, em seu casamento, pegou o microfone da banda, pegou uma rosa da decoração e cantou, sozinha, pro seu marido no meio da festa. Uma das cenas mais lindas que eu tenho na minha memória.

“Quando o inverno chegar…Eu quero estar junto a ti…Pode o outono voltar…Que eu quero estar junto a ti…Porque é primavera…Te amo…É primavera, te amo…Meu amor…Trago essa rosa, para lhe dar…Trago essa rosa, para lhe dar…Trago essa rosa, para lhe dar…Meu amor…Hoje o céu esta tão lindo, vai chuva…Hoje o céu esta tão lindo, vai chuva…Hoje o céu esta tão lindo, vai chuva…Hoje o céu esta tão lindo”…

Na festa, mais uma surpresa (como manda o casamento)…meu primo, o noivo, pega um violino e toca, sozinho, a música do Vinícius que diz “Eu sei que vou te amar…Por toda minha vida eu vou te amar…Em cada despedida eu vou te amar…Desesperadamente eu vou te amar…Eu sei que vou sofrer…A eterna desventura de viver…A espera de viver ao lado teu…Por toda a minha vida”…

Não preciso nem dizer que a cena foi linda! De chorar. Pela delicadeza, pela surpresa, pelo amor novinho em folha, pelos sonhos, planos e até delírios que preenchem um casamento. Do fundo da minha alma, espero que eles sejam eternamente felizes. Que os olhinhos que brilham sem parar quando a gente casa não dê lugar as lágrimas do dia-a-dia. Casar e viver junto é difícil sim. Exige muito!!!! Ainda mais pra nossa geração que vive o descartável. Tipo “não funciona, não gosto, não deu certo…eu troco”. A gente troca de namorado, marido, como se troca de IPod, celular…Mas ainda acredito nos sonhos e em casamento. E vai ser assim por toda minha vida.
Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply