filhotes e fricotes

O fenômeno Mickey


A viagem começa por aqui, com pacote completo da família em direção a Disney World. Pais, filhos, primos, tios e avô. Vamos todos ver o Mickey e brincar nos parques da Disney. Virar criança e curtir as crianças. Eles estão excitadíssimos com a idéia de conhecer a casa do Mickey – personagem que eles nem tem muito contato, mas que já é mágico, já encanta.

Aliás foi esse encanto todo, essa magia, que mais me fascinou e intrigou. Como pode, nos dia de hoje, com tamanha tecnologia e grau de informação e conhecimento que as crianças têm, o personagem da Disney ainda fascinar tanto? Que fenômeno é esse que o Mickey causa que as crianças ficam enlouquecidas para vê-lo, abraçá-lo, tirar foto…o que for, basta ser com ele. Fiquei pensando se existia algum outro personagem de desenho animado que ainda encantasse tanto e não descobri nenhum. Até o Lucas, meu filho de 1 ano e 10 meses, pulou do carinho quando o Mickey passou na Parada. Bom, não preciso nem dizer que vimos a Parada diversas vezes e que foi o que eles mais gostaram, né?! O programa era ir ao parque ver o Mickey, a Minnie, o Pluto, Pateta, Pato Donald…Os brinquedos eram um mero detalhe dentro daquele universo gigantesco que alimentou a cabecinha desses pequenos por 1 semana.

Realmente as coisas hoje em dia são extremamente efêmeras e passagerias. É mesmo a geração do consumo rápido e descartável. Ainda bem, mesmo que venho dos EUA que não tem moral, literalmente, nenhuma pra falar sobre o assunto, é que ainda existem personagens e lugares como o Mickey e a Disney que fazem as crianças sonharem e se encantarem com tamanha ilusão, com tamanha realidade de um sonho, da imaginação pura. Isso não pode ser descatável. Nunca.

PS. Por motivos de muita diversão, esse post foi publicado com 1 semana de “atraso”, já que essa parte da viagem terminou hoje.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply